Amarrado


Amarrado à terra,
velho e gasto,
descansando da faina...
Amanhã voltará a abrir caminho entre as águas,
voltará a ser o instrumento de uma vida.
Uma vida dura,
castigada pelo frio do Inverno,
pelo Sol do Verão...
mas uma vida,
uma vida que precisa de si!

Feliz por ainda ser útil.
Não está desprezado, abandonado...
faz parte de uma vida !!!

1 comentário: