Juntos...


...até que a morte vos separe...tão pouco, muito pouco.
Para além da morte. Sim, para além da morte, quando os corpos ficam frios, sem força e sem vida.
Quando já gélidos se entrelaçam e confortam, quando buscam nos sentimentos de uma vida a força para se aquecerem.
Quando sentirem o palpitar do amor nos corações já parados.
Quando a respiração se fundir num imaginário sem limites.
Juntos, sempre juntos.

Sem comentários:

Publicar um comentário